O método Snowflake para se criar um romance

Você está tendo problemas em escrever seu romance, está totalmente sem ideias ou não sabe o que fazer depois de uma cena? Esse artigo é para você! Escrito por um renomado escritor de romances, Randy Ingermanson, que já possue seis romances publicados e já foi vencedor de grandes prêmios por sua escrita.

Tenho certeza que você não vai se decepcionar se tirar um tempinho para ler esse artigo, há milhares de informações que você vai achar super úteis. Vamos lá?

Nota do tradutor: esse artigo é originalmente escrito em inglês, você poder ler através desse link. Nós também temos a permissão do autor para traduzir o artigo. Caso tenha sugestões para melhorias na tradução você pode me enviar mensagem privada através da página "Sobre" ou adicionar nos comentários abaixo.

O método Snowflake para se criar um romance

Criar um romance é fácil. Escrever um bom romance que é difícil. É a vida. Se fosse fácil, todos nós seríamos escritores de best-sellers, ganhadores de prêmios de ficção.
Francamente, existem milhares de diferentes pessoas por aí que podem te dizer como escrever um romance. Existem milhares de métodos. O melhor para você é o que funciona para você.

Nesse artigo, eu gostaria de compartilhar com você o que funciona para mim. Eu já publiquei seis romances e já ganhei uma dúzia de prêmios pela minha escrita. Eu ensino a maneira de construir uma ficção ao escrever para conferências o tempo todo. Um dos meus mais populares artigos é esse aqui: Como escrever um romance usando o que eu chamo de “Snowflake Method”.

Essa página é a mais popular do meu website, e atinge cerca de mil visualizações diárias. Durante todos esses anos, a página foi vista mais de seis milhões de vezes. Então você pode adivinhar que muitas pessoas acham isso útil. Talvez você não, mas por mim está tudo bem. Leia o artigo, decida o que pode funcionar para você, e ignore o resto! Se isso te fizer ficar confuso, não vou ficar insultado. Diferentes escritores são diferentes. Se meu método funcionar para você, eu vou ficar feliz. Vou fazer o meu melhor para poder organizar o conteúdo, mas você decidirá o que funciona melhor para você. Se divirta e... Escreva um romance!

A importância de projetar

Uma boa ficção não acontece simplesmente, ela é projetada. Você pode fazer o trabalho de projetar antes ou depois de escrever seu romance. Eu já fiz das duas formas e acredito muito que planejando por primeiro é mais rápido e te leva para um melhor resultado. Projetar é uma tarefa difícil, então é importante encontrar uma maneira de se guiar no começo. Esse artigo irá te oferecer uma forma poderosa para te ajudar no seu planejamento.

Nossa questão fundamental é: Como você escreve um romance?

Por alguns anos eu fui um engenheiro de software que criava grandes projetos. Eu escrevo romances da mesma maneira que programo, usando a “metáfora do floco de neve (Snowflake metaphor) ”.  OK, mas o que é a metáfora do floco de neve? Antes de você ir adiante, visite esse website.

No topo da página, você irá ver um padrão conhecido como Snowflake fractal. Não diga a ninguém, mas ele é um importante objeto matemático que vem sido amplamente estudado. Para nossos propósitos, ele é simplesmente um esboço de um floco de neve.  Se você rolar a tela para baixo a mesma página um pouco, você irá ver uma caixa com um grande triângulo nela e setas abaixo. Se você pressionar a seta da direita repetidamente, você verá os passos usados para se criar o floco de neve. Não se parece muito com um floco de neve no início, mas após alguns passos, ele irá se parecer mais e mais com um, até que esteja pronto.

Os primeiros passos se parece assim:






Eu afirmo que é assim que você escreve um romance – você começa pequeno, então vai colocando coisas até se parecer como uma história. Parte disso é trabalho criativo, e eu não posso te ensinar como fazer isso. Não aqui, de qualquer forma. Porém parte desse trabalho é simplesmente imaginação e sua criatividade – deixando organizado dentro de um romance bem estruturado. Isso é o que eu quero te ensinar aqui.

Se você é como a maioria das pessoas, você passou longas horas pensando sobre seu romance antes mesmo de começar a escrever. Talvez tenha feito algumas pesquisas. Você sonhou acordado pensando como sua história iria funcionar. Você colocou todas as ideias no papel. Começou a ouvir as vozes dos diferentes personagens. Você pensou sobre o que o livro seria – o tema principal. E essa é uma parte essencial de todos livros na qual eu chamo de “compostar”. É um processo informal e todo escritor faz isso de uma maneira diferente. Eu assumo que você já sabe como compostar suas ideias para a história e que você já tem uma ideia pronta em mente. Tudo o que você tem que fazer agora é sentar e escrever o romance.

Os dez passos do design (projeto)

Mas antes de você começar a escrever, você precisa se organizar. Você precisa colocar todas as maravilhosas ideias no papel em caso de você ter que usar futuramente. Por que? Porque sua memória é falível, e sua criatividade provavelmente deixou muitos buracos na história – buracos que necessitam ser preenchidos antes de você começar a escrever seu romance. Você precisa de um documento inicial, e produzi-lo usando um processo que não mate sua vontade de realmente escrever a história. Aqui está meus 10 passos para escrever um modelo inicial. Eu uso esse processo para escrever meus romances, e eu espero que possa te ajudar.

Passo 1) pegue uma hora e escreva uma frase sobre seu romance. Algo como: “O físico patife que viaja de volta no tempo para matar o apóstolo Paulo”. (Esse foi a frase do meu primeiro romance, Transgression). A sentença te servirá para sempre como uma ferramenta de venda de dez segundos. Ela será o quadro geral, a analogia do grande triângulo na imagem do floco de neve.
Algumas dicas para fazer uma boa frase:
  • Quanto mais pequeno melhor. Tente usar menos que 15 palavras.
  • Sem nomes de personagens, por favor. Melhor dizer “um artista de trapézio deficiente” do que “Jane Doe”.
  • Coloque junto o quadro geral e o pessoal. O que o personagem tem o que mais a perder nessa história? Agora e diga o que ele ou ela quer mais vencer.
  • Leia a lista de propagandas de livros do New York Times Bestseller e aprenda a como fazê-lo. Escrever uma descrição do livro com apenas uma sentença é uma forma de arte.

Passo 2) Reserve outra hora para expandir sua frase para um parágrafo inteiro descrevendo a configuração da história, desastres principais, e o final do romance. Essa é a analogia do segundo estágio do floco de neve. Eu gosto de estruturar a história como “três desastres mais um final”. Cada um dos desastres são um quarto do livro para desenvolver e o final fica com o último quarto do livro. Eu não sei se essa é a estrutura ideal, é simplesmente meu gosto pessoal.

Se você acredita na estrutura dos Três Atos, então o primeiro desastre corresponde ao fim do Ato 1. O segundo desastre é o meio do Ato 2. O terceiro desastre é o fim do Ato 2, e força o Ato 3 que acaba envolvendo tudo. Está tudo bem que o primeiro desastre seja causado por circunstâncias externas, mas eu acho que o segundo e terceiro desastres devem ser causados pelas tentativas dos protagonistas de “consertar as coisas”. As coisas simplesmente ficam piores e piores.

Você também pode usar esse parágrafo em sua proposta. Idealmente, seu parágrafo terá cerca de cinco sentenças. Uma sentença me dá o pano de fundo e a configuração da história. Após temos uma frase para cada um dos três desastres. A última sentença é para contar o final. Não confunda esse parágrafo com o parágrafo da capa de trás do seu livro. Esse parágrafo resume somente a primeira parte de toda a história.

Passo 3) o passo acima te dá uma visão geral do seu romance. Agora você precisa algo parecido para o enredo de cada um dos seus personagens. Os personagens são a parte mais importante de qualquer romance, e o tempo que você investe inventando os mesmos será pago dez vezes mais quando você começar realmente a escrever. Para cada um dos seus personagens principais, reserve uma hora e escreva um resumo de uma página que irá dizer:

  • O nome do personagem
  • O resumo em uma frase do enredo do personagem
  • A motivação do personagem (o que faz ele/ela querer abstratamente?)
  • O objetivo do personagem (o que ele/ela quer concretamente?)
  • O conflito do personagem (o que impede de ele/ela alcançar seus objetivos?)
  • A epifania (conceito) do personagem (o que ele/ela aprende, como ele/ela muda?)
  • Um resumo de um parágrafo do enredo do personagem


Um ponto importante: Você talvez ache necessário voltar atrás e revisar seu resumo de uma sentença e/ou seu resumo de um parágrafo. Vá em frente! Isso é bom – significa que seus personagens estão ensinando coisas sobre sua história. É sempre bom em qualquer estágio do processo de planejamento (design) voltar atrás e revisar estágios anteriores. De fato, não é só bom – é inevitável. E é ótimo. Qualquer revisão que você fizer agora são revisões que você não precisará fazer depois em um manuscrito embolado de 400 páginas.

Outro ponto importante: Ele não tem que ser perfeito. O propósito de cada passo no processo de planejar é a avançar você a próxima etapa. Te manter animado para seguir em frente! Você sempre pode voltar atrás e arrumá-lo quando você precisar entender melhor a história. Você vai fazer isso também, a não ser que você seja muito mais esperto do que eu.

Passo 4) nesse estágio, você já deve ter uma boa ideia da estrutura geral do seu romance, e você deve ter gasto um dia ou dois. Bom, para falar a verdade, você possa ter gasto quase que uma semana, mas isso não importa. Se a história está com problemas, melhor saber agora do que depois investir 500 horas em um primeiro rascunho. Por enquanto apenas continue acrescentando conteúdo a sua história. Pegue algumas horas e expanda cada frase do seu resumo de um parágrafo em um parágrafo completo. Todos menos o último parágrafo deve terminar em um desastre. O último parágrafo deve contar como o livro termina.

Isso é muito divertido, e ao final do exercício, você terá um bom esqueleto de uma página da sua história. Está tudo bem se você não colocar tudo isso dentro de uma única página. O que importa é que você está deixando suas ideias florescerem e que irão se transformar em uma história. Você está expandindo o conflito. Você deve ter agora uma boa sinopse para uma proposta, embora há uma melhor alternativa para propostas...

Passo 5) reserve um ou dois dias e escreva uma descrição de uma página de cada personagem principal e meia página descrevendo outros personagens importantes. Essas “sinopses de personagens” devem contar a história do ponto de vista de cada personagem. Como sempre, sinta-se à vontade em voltar a passos anteriores e fazer revisões conforme você aprende coisas legais sobre seus personagens. Eu normalmente gosto mais desse passo e ultimamente tenho colocado os resultados das “sinopses dos personagens” dentro das minhas propostas ao invés de uma sinopse baseado no enredo geral. Editores amam sinopses de personagens, porque editores amam ficção baseado em personagens.

Passo 6) a essa altura, você já tem uma história sólida e diversos tópicos da história, um de cada personagem. Agora reserve uma semana e expanda o enredo de uma página da sinopse do seu romance em uma sinopse de quatro páginas. Basicamente, você irá expandir novamente cada parágrafo do passo (4) em uma página completa. É muito divertido, pois você está desenvolvendo uma lógica de alto nível sobre sua história e tomando decisões estratégicas. Aqui, você irá definitivamente querer voltar atrás e arrumar as coisas dos passos anteriores conforme você vai obtendo novos conhecimentos (insights) da história e novas ideias surgem diante de você.  

Passo 7) reserve outra semana e expanda as descrições dos seus personagens em um personagem completo detalhando tudo o que se necessita saber sobre cada personagem. Coisas básicas como data de nascimento, descrição, história, motivação, objetivos, etc. E mais importante, como esse personagem irá mudar até o final do romance? Essa é uma expansão de seu trabalho no passo (3) e irá te ensinar muito sobre seus personagens. Você provavelmente voltará atrás e revisar os passos (1-6) conforme seus personagens se tornam “reais” para você e começam a exigir mudanças importantes na história. Isso é bom – uma boa ficção é orientado a personagens. Leve o tempo que for necessário para fazer isso, porque você estará ganhando tempo mais adiante. Quando você tiver completado esse processo, (e isso pode levar um mês inteiro de muito esforço para chegar aqui), você tem quase tudo o que precisa para escrever uma proposta. Se você já é um romancista publicado, você já pode escrever uma proposta agora e escrever seu romance propriamente dito somente após escrever sua proposta. Se você ainda não for publicado, então você irá precisar escrever seu romance inteiro antes de vende-lo.  Não, não é justo, mas a vida simplesmente não é justa e o mundo para escritores de ficção é especialmente injusto.

Passo 8) você talvez queira ou não pegar um intervalo aqui, esperando para vender o livro. Em algum momento, você terá que realmente escrever o romance. Antes de você fazer isso, tem algumas coisas que você pode fazer para que o trauma do primeiro rascunho seja menor. A primeira coisa a se fazer é pegar a sinopse de quatro páginas e fazer uma lista de todas as cenas que você vai precisar para fazer sua história se tornar um romance. E o jeito mais fácil de fazer essa lista é... Com uma planilha.

Por alguma razão, essa parte assusta muitos escritores. Oh que horror. Lide com isso. Você aprendeu a como usar um processador de palavras (Word, WordPad, etc.). Planilhas são mais fáceis. Você tem que fazer uma lista de cenas, e planilhas foram inventadas para se fazerem listas. Se você precisa de alguma ajuda, compre um livro. Existem milhares deles por aí, e um deles irá funcionar para você. Deve ser menos de um dia para se aprender o que você vai precisar. Esse vai ser o tempo mais valioso que você já gastou. Vá em frente.

Faça uma planilha detalhando as cenas que emergem do seu esboço de quatro páginas. Faça simplesmente uma linha de cada cena. Em uma coluna, liste o ponto de vista do personagem. Em outra (grande) coluna, fale o que acontece. Se você quiser deixar mais completo, adicione mais colunas para que você possa dizer em quantas páginas você espera escrever essa cena. Uma planilha é ideal, porque você pode ver a história inteira em uma olhada, e é mais fácil se mover entre as cenas para reorganizar as coisas.

Minhas planilhas normalmente terminam com cerca de 100 linhas de comprimento, uma linha para cada cena do romance. Conforme eu construo a história, eu faço novas versões da minha planilha de história. É muito importante o seu valor para analisar a história. Pode levar uma semana para se fazer uma boa planilha. Quando você estiver pronto, você pode adicionar uma nova coluna para o número dos capítulos e colocar o capítulo de cada cena.

Passo 9) (Opcional. Eu não faço mais esse passo). Volte novamente ao seu editor de texto e comece a escrever uma descrição narrativa da sua história. Pegue cada linha da planilha e expanda-a em uma descrição da cena de vários parágrafos. Coloque qualquer diálogo interessante que você possa pensar, e detalhe todo o conflito principal da cena. Se não há conflitos, você saberá que aqui você deveria ou adicionar um conflito ou remover a cena.

Eu costumava escrever uma ou duas páginas por capítulo, e começava cada capítulo em uma nova página. Então eu simplesmente imprimia tudo e colocava em um caderno de folhas soltas, para que eu pudesse facilmente se mover entre os capítulos mais tarde ou revisar os capítulos sem bagunçar os outros. Esse processo normalmente durava uma semana e o resultado era um documento massivo de 50 páginas imprimidas que eu poderia revisar em marcador vermelho conforme eu escrevia o primeiro rascunho. Todas as boas ideias quando eu acordava pela manhã eu escrevia a mão nas margens do documento. Isso, a propósito, é uma maneira fácil de escrever os detalhes mais complicados de sinopses que todos os escritores parecem odiar. Mas é na verdade interessante de fazer o mesmo, se você já fez os passos do (1) até o (8) primeiro. Quando eu fazia esse passo, eu nunca mostrava as sinopses para ninguém, menos ainda para o editor – ela era só para mim. Eu gostava de pensar nisso como o primeiro rascunho do protótipo. Imagine escrever o primeiro rascunho em uma semana! Sim, você pode fazer isso e vale muito a pena. Mas vou ser honesto, eu não sinto como se ainda precisasse desse passo, então eu não faço mais.

Passo 10) A esse ponto, você deve simplesmente se sentar e começar a produzir o primeiro rascunho real do romance. Você vai ficar assustado do quão rápido as histórias se preenchem nesse estágio. Eu já vi escritores triplicarem a velocidade de escrita de suas ficções durante a noite, enquanto produzem primeiros rascunhos de melhor qualidade do que costumavam a produzir no terceiro rascunho.

Você pode pensar que toda a criatividade é extraída da história a essa altura. Também não é inútil o fato de você ter analisado várias vezes quando você escreveu seu Snowflake. Agora é para ser supostamente a parte divertida, porque há diversos problemas de lógica de menor escala para resolver aqui. Como o Herói se livra de três cercado por jacarés e resgata a Heroína que está no barco a remo em chamas? Essa é a hora de descobrir. Mas é divertido porque você já sabe que a estrutura de grande escala do romance funciona. Então você precisa resolver somente uma parte limitada de problemas, e por causa disso você pode escrever relativamente rápido.

Esse estágio é incrivelmente divertido e animador. Eu já ouvi sobre muitos escritores de ficção que reclamam do quão difícil é o primeiro rascunho. Invariavelmente, é porque eles não têm nenhuma pista do que vem depois. Minha nossa! A vida é muito curta para escrever desse jeito! Não há nenhuma razão para gastar 500 horas escrevendo o primeiro rascunho do seu romance enquanto você pode escrever um muito bom em apenas 150. Contando as 100 horas que leva para fazer os documentos do projeto (design), você sai muito à frente do tempo.

Em cerca da metade do primeiro rascunho, eu normalmente faço uma pausa e arrumo todas as partes que apresentam problemas do meu documento. Sim, as primeiras versões não são perfeitas. Está tudo bem. Os documentos iniciais não são arrumados concretamente, eles são um conjunto de documentos que crescem conforme você cria seu romance.  Se você está fazendo o trabalho certo, ao final do primeiro rascunho você irá rir do quão amador seu primeiro documento do projeto foi. E você ficará excitado de quão profundo sua história se tornou.

Formas de usar o Snowflake

Você está tendo problemas agora com o primeiro rascunho horrível do seu romance que parece simplesmente sem esperança? Pegue uma hora e sumarize sua história em uma sentença. Isso faz as coisas ficarem mais claras? Você acabou de completar o passo (1) do Snowflake, e somente te tomou uma hora. Por que não tentar os próximos passos do Snowflake e ver se a sua história inesperadamente começa a voltar a vida? O que você tem a perder, exceto o primeiro rascunho horrível que você já odeia?

Você já é um escritor experiente que finalmente terminou seu romance, mas agora você está olhando para uma enorme pilha de manuscritos que desesperadamente necessitam que você os reescreva?  Anime-se! Seu romance está pronto, não está? Você já fez algo que muitos escritores somente sonham. Agora imagine que um editor de grande porte esbarra em você no elevador e te pergunta sobre o que é o seu romance. Em quinze palavras ou menos, o que você diria? Se você puder vir com uma resposta na próxima hora... você acabou de completar o Passo 1 do Snowflake! Você acha que algum dos outros passos podem ajudar a você a colocar alguma ordem dentro daquele manuscrito? Tente. O que você tem a perder?

Você acabou de ganhar uma longa carta que parece um pesadelo do seu editor detalhando todas as coisas que estão erradas no seu romance? Você está pensando em como você possivelmente poderia fazer todas as impossíveis mudanças antes da sua data limite? Nunca é tarde para fazer o Snowflake. Que tal se você tirar uma semana e detalhar todas as etapas agora? Se isso maravilhosamente esclarece as coisas, então você vai ter um plano para executar todas aquelas revisões. Eu aposto que você irá fazer em tempo recorde. E eu aposto que o livro vai terminar melhor do que você imagina.

Se o Método Snowflake funcionar para você, eu gostaria de ouvir te ouvir. Você pode me contatar através da página de contato do meu website.

Agradecimentos: Eu agradeço pelos meus muitos amigos na lista de Chi Libris e especialmente Janelle Schneider pelo grande número de discussões sobre o Snowflake e muito mais.

Meus cumprimentos,

Randy Ingermanson signature

Randy Ingermanson, Ph.D.

Translated by Hezael Meincheim
 

Postar um comentário

0 Comentários